Notícias

Energia solar pode afastar risco de apagões 19 de fevereiro de 2015
Energia solar pode afastar risco de apagões

Com o baixo nível de água nos das usinas hidrelétricas no Brasil, muito se tem falado na num provável apagão. Com pouca água nas usinas, a geração de energia fica comprometida, o que pode causar falta de energia no país. Porém, especialistas do setor afirmam que, para evitar riscos de apagão, as melhores alternativas são diversificar a matriz energética e privilegiar a energia produzida no local de consumo e fontes renováveis.

Um estudo em andamento da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) tenta dimensionar esse potencial. A pesquisa identificou que painéis fotovoltaicos instalados nos telhados de casas poderiam gerar metade de toda a eletricidade consumida no Brasil.

Atualmente, a instalação do kit completo para residências custa entre 7 mil e 20 mil reais, valor ainda elevado diante do rendimento médio do brasileiro – calculado em 2.100 reais, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Mesmo assim, a tendência é que os preços diminuam nos próximos anos.

Por outro lado, o investimento se paga em cerca de 10 anos, e os custos de manutenção ao longo desse tempo são baixos.

Um fator que pode atrair a cadeia de produção de equipamentos para o país são as reservas nacionais de quartzo, matéria-prima do silício solar empregado nas placas fotovoltaicas. Segundo estudo realizado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) o Brasil tem potencial para se consolidar como uma das principais lideranças no setor de energia solar, alternativa de baixo impacto ambiental e que deverá gerar milhões de empregos nos próximos anos.  

 

Com informações do jornal O Debate

Veja Mais